Baixa eficiência senegalesa crava empate com maior posse de bola do Japão

O duelo entre Japão e Senegal deixou as duas seleções abraçadas na liderança do grupo H da Copa do Mundo, com 4 pontos, após o empate em 2 a 2 deste domingo (24), em Ecaterimburgo. O resultado deixa as equipes encaminhadas para a classificação às oitavas, dependendo apenas de suas forças na última rodada da fase de grupos.

Com destaque para Saio Mané, eleito homem do jogo pela Fifa, o Senegal mostrou um grande poder ofensivo, concentrando maior parte das tentativas de gol. A seleção africana conseguiu o dobro de arremates em direção ao gol adversário, 14 a 7 e tendo ainda uma melhor pontaria, já que apenas três chutes asiáticos foram no gol, enquanto os senegaleses tiveram sete.

Apesar da maior agressividade, o Senegal viu o Japão ter mais posse de bola, chegando a ter em alguns momentos do jogo a mais de 70% de posse. Ainda assim, o time asiático não conseguiu mostrar eficiência na hora da finalização. Apostando no contra-ataque e na velocidade, a equipe de Mané parou no goleiro Kawashima.

A maior posse de bola do Japão é resultado também da boa troca de passes do time, que acertou mais do que todas as tentativas do Senegal, com 83% de eficiência nesse fundamento.Já os africanos com mais de 100 passes a menos, ainda errou mais, com 79% de acertos.

O próximo jogo do Japão é contra a Polônia, enquanto Senegal duela com a Colômbia.

Gazeta Esportiva

COMPARTILHAR